Tocha olímpica ficará exposta em cidade atingida por terremoto

Chama ficará exposta em Fukushima, no Japão

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou, nesta quarta-feira (1º), que a tocha olímpica dos Jogos de Tóquio 2020 ficará exposta no Centro de Treinamento J-Village, em Fukushima (Japão) a partir de amanhã (2) até o dia 30 de abril. Em uma nota oficial publicada no site do COI, o Presidente da instituição, Thomas Bach, disse: “A Chama Olímpica pode se tornar a luz no fim do túnel em que o mundo se encontra atualmente.”

O fogo Olímpico na cidade em que vai ocorrer a exibição tornou-se um símbolo de reconstrução daquele lugar, tendo em vista que Fukushima sofreu uma tsunami e um terremoto de 9,1 graus na escala Richter, em 2011, que deixou aproximadamente 15 mil mortos. Além disso, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o símbolo olímpico representa “esperança para todos os países do mundo durante os mais difíceis tempos”.

Veja também:

Paralisação total dos ônibus mantida para 5 de abril

Covid-19: Prefeitura de Macapá prorroga prazo de tributos municipais

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio explica que o acesso de pessoas ao lugar da exposição terá restrição, para tentar evitar o risco de propagação da covid-19.
A tocha dos Jogos chegou ao Japão no último dia 20, após cerimônia no dia anterior, em Antenas (Grécia), no Estádio Panatenaico. Apesar do adiamento do evento em função do combate à pandemia de covid-19, a Tocha permanecerá no país-sede.

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: