AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

COI suspende provisoriamente o Comitê Olímpico Brasileiro

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta sexta-feira que suspendeu provisoriamente o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) pelo envolvimento de seu presidente, Carlos Arthur Nuzman, em um caso de compra de votos para assegurar a sede dos Jogos Olímpicos de 2016 para o Rio de Janeiro.

O COI também suspendeu Nuzman de todas as suas funções e direitos de membro honorário, e o excluiu da comissão de coordenação dos Jogos de Tóquio-2020.

Em setembro, Nuzman já havia sido interrogado pela PF durante a operação “Unfair Play”, que suspeitava que o dirigente havia sido o “ponto central de conexão” de uma trama de corrupção internacional que supostamente comprou votos para dar a vitória ao Rio de Janeiro na disputa pela sede olímpica de 2016.

Também foi detido o diretor geral de operações do comitê Rio-2016, Leonardo Gryner. Durante a operação, a PF apreendeu documentos.

Na quinta-feira, a Polícia Federal prendeu Nuzman por suspeitas de “corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa”

– 1 bilhão de reais bloqueados –

O Ministério Público (MP) do Rio solicitou também o bloqueio de 1 bilhão de reais do patrimônio dos investigados, pelos danos causados.

Veja matéria completa no Yahoo Notícias

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: