Japão torna mais rigorosas restrições de entrada no país

Governo pede quarentena de duas semanas ao chegar ao Japão

O governo japonês tornou hoje (3) mais rigorosas as restrições de entrada no país, em mais uma tentativa de combater a pandemia do novo coronavírus.

O governo apela a todas as pessoas, procedentes de quaisquer partes do mundo, que se imponham uma quarentena de duas semanas em casa, hotel ou em qualquer outro lugar. Os viajantes são solicitados também a evitar a utilização de transporte público. As medidas vão vigorar até o fim deste mês de abril.

Veja também:

Macapá registra 12 casos confirmados de Covid-19

Coronavírus: Projeto catarinense propõe testes em massa na população a custo baixo

O governo está também aumentando para 73 a lista de países e territórios sujeitos à recusa de entrada. Agora, está negando a entrada a cidadãos estrangeiros que visitaram alguns desses lugares duas semanas antes da chegada ao Japão.

Os japoneses que retornam de algum desses 73 países e territórios terão que se submeter a testes do coronavírus, apresentando ou não sintomas. A mesma medida também se aplica aos cidadãos estrangeiros que têm permissão para entrar no Japão por motivos especiais, entre eles ter cônjuge japonês.

NHK

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: