Índice que reajusta contratos de aluguel acumula 7,31% em 12 meses

Taxa de 1,56% em junho é superior à de maio

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel no país, registrou taxa de inflação de 1,56% em junho deste ano, taxa superior ao 0,28% de maio. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com o resultado de junho, o IGP-M acumula taxas de inflação de 4,39% no semestre e 7,31% em 12 meses.

A alta da taxa foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado. A inflação do subíndice subiu de 0,59% em maio para 2,25% em junho.

Veja também:
Momento Espírita: Trabalho e consciência
Amapá tem 27.985 casos confirmados, 4.353 em análise laboratorial, 12.815 pessoas recuperadas e 407 óbitos
XIX Festival de Ópera do Theatro da Paz será lançado na próxima terça-feira (30) pela TV Cultura do Pará

A inflação do Índice Nacional de Custo da Construção, outro subíndice do IGP-M, também cresceu: de 0,21% em maio para 0,32% em junho.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, subíndice que mede o varejo, passou de uma deflação (queda de preços) de 0,60% em maio para uma inflação de 0,04% em junho.

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: