Defesa Civil Municipal de Macapá monitora pontos de alagamento na capital

Segundo levantamentos das Defesas Civis Municipal, Estadual e do Centro Integrado de Operação e Defesa Social (Ciods), foram registradas cerca 30 ocorrências ao longo da tarde e início da noite deste domingo, 22. De acordo com o comandante da Defesa Civil Municipal, Aldair Santos, a maioria das chamadas ocorreu nos bairros próximos ao canal Beirol.

“Recebemos a maior parte das solicitações de moradores do bairro Beirol. No local, o canal transbordou. Nossas equipes identificaram uma obstrução na bacia do canal do Beirol ao canal do bairro Pedrinhas. Outro fator verificado no local foi o acúmulo de lixo na área, o que ocasionou no interrompimento dos bueiros, causando transtornos à comunidade pela falta de vazão das águas da chuva”, explicou o comandante.

Ainda segundo Aldair, não houve ocorrência de remoção de moradores ou queda de árvores durante o período das chuvas na tarde deste domingo. Outras áreas também foram monitoradas pelas equipes da Defesa Municipal, como as áreas mais baixas e de ressaca da cidade.

Dados da gerência de hidrometeorologia do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), registraram mais de 74 milímetros de chuva em menos de uma hora em toda a capital. A previsão de chuva para a capital era de 45 milímetros para todo o dia.

Em ação

Na manhã desta segunda-feira, 23, equipes da Prefeitura de Macapá executam serviços de capina manual, roçagem mecanizada nas bordas e remoção de entulho no leito dos canais da Avenida 13 de Setembro, nos bairros Nova Esperança e Beirol. O trabalho também está sendo feito nas vias Raimundo Álvares da Costa com Professor Tostes, no bairro Santa Rita; e Rua Hildemar Maia.

Para acionar a Defesa Civil Municipal de Macapá basta ligar para o número 153.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Amelline Borges

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: