Polícia Federal investiga contrabando de combustível no Oiapoque/AP

Macapá/AP. A PF deflagrou na manhã desta quinta-feira, dia 24, a Operação Catraia II*,  no município de Oiapoque, extremo Norte do Amapá

Oito policiais federais deram cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em  residências de pessoas possivelmente envolvidas no envio de combustível entre Guiana  Francesa e Brasil, o que pode configurar crime de contrabando. 

O que ensejou a ação de hoje foi uma abordagem feita durante fiscalização de rotina da  Marinha Brasileira no Rio Oiapoque neste mês, nas proximidades da Ponte Binacional,  que liga os dois países.  

Na ocasião, uma embarcação que transportava pessoas foi vistoriada e, nas buscas,  foram encontrados diversos carotes (galões) contendo combustível.  

Questionado, o condutor do barco disse que não sabia que os recipientes estavam  cheios (embora cada um pesasse em torno de 50 quilos). O homem também não soube  explicar para quem e onde seria entregue o produto. 

Conforme o avanço da investigação, a Polícia Federal representou junto à Justiça para  realização das buscas, tendo em vista indícios da ocorrência de que tal embarcação é  utilizada comumente para a prática de crime de contrabando, bem como diante da  necessidade de identificar e desarticular possível associação criminosa. 

Os envolvidos, na medida de suas responsabilidades, podem responder por  contrabando e associação criminosa com penas de até oito anos de reclusão. 

*Catraia é um tipo de barco pequeno, muito comum nos rios do Amapá 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: