Presidente do COI, Thomas Bach, elogia coragem de Simone Biles

“Posso apenas dizer que, sabe, estamos com ela”, disse o alemão

A coragem de Simone Biles para enfrentar os desafios da saúde mental é admirável, afirmou o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, a um pequeno grupo de repórteres na Olimpíada de Tóquio nesta sexta-feira (30).

“Posso apenas dizer que, sabe, estamos com ela”, disse o alemão que lidera o Comitê Olímpico Internacional.

Biles abalou o mundo olímpico na terça-feira (27), quando decidiu abandonar a final por equipes da ginástica artística após um único salto. A equipe norte-americana da qual faz parte ficou com a prata.

A atleta de 24 anos, então, passou a falar com uma franqueza notável sobre os demônios que vivem em sua cabeça.

“Preciso dizer, pessoalmente, tive a oportunidade de falar brevemente com ela após a prova por equipes… estou realmente admirado com a maneira como ela está lidando com a situação”, disse Bach, campeão olímpico na esgrima nos Jogos de 1976.

“Ela admite que tem este problema. Isso já é corajoso. Quem um ano atrás teria admitido ter problemas de saúde mental?”

“E ao mesmo tempo, torcendo pelas companheiras. E estando lá, torcendo, com a sua sucessora na final do individual geral? É, sabe, uma grande qualidade humana e o espírito olímpico na sua melhor forma.”

Sunisa Lee venceu a medalha de ouro no individual geral na quinta-feira (29). Biles torceu por ela das arquibancadas do Centro Ariake de Ginástica.

Biles ainda está em Tóquio e não decidiu até o momento se competirá nas próximas provas de ginástica da Olimpíada.

Reuters

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: