Eliminatórias: Fifa investiga jogo entre Brasil e Argentina

Anvisa interrompeu partida por violação de regras sanitárias

A Fifa abriu uma investigação sobre a partida entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, com seu presidente Gianni Infantino classificando os eventos de “loucura”, enquanto o Tottenham Hotspur (Inglaterra) foi citado como pronto para tomar medidas disciplinares contra seus jogadores argentinos.

Agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entraram em campo no último domingo (5) após acusar quatro jogadores argentinos que atuam no Campeonato Inglês de violarem as regras de quarentena do Brasil para o novo coronavírus.

O goleiro Emiliano Martínez, do Aston Villa (Inglaterra), e a dupla do Tottenham, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, estavam na arena do Corinthians, em São Paulo, como parte da escalação argentina quando agentes da Anvisa entraram em campo e pararam o jogo aos cinco minutos do primeiro tempo.

O meia do Aston Villa, Emiliano Buendía, também havia viajado do Reino Unido e estava nas arquibancadas.

A Anvisa disse que as regras deixam claro que viajantes que estiveram no Reino Unido, na África do Sul ou na Índia nos últimos 14 dias estão proibidos de entrar, a menos que sejam cidadãos brasileiros ou tenham residência permanente.

A Fifa disse que recebeu relatórios de árbitros e está colhendo mais informações.

Veja também:
Olimpíada de Matemática abre inscrições para alunos do ensino fundamental
Adolescentes de 13 anos nascidos entre maio e agosto poderão se vacinar nesta segunda-feira (6)
Governo vai retomar Passe Livre Estudantil, mas poucos beneficiários fizeram o recadastramento da meia-passagem

“As informações serão analisadas pelos órgãos disciplinares competentes e uma decisão será tomada no momento oportuno”, afirmou a Fifa em nota.

Infantino, em vídeo à assembleia geral da Associação Europeia de Clubes (ECA, na sigla em inglês), disse que a situação era um lembrete das dificuldades que a organização tem enfrentado durante a pandemia.

“Vimos o que aconteceu com o jogo entre Brasil e Argentina, dois dos times mais gloriosos da América do Sul. Algumas autoridades, policiais e seguranças entraram em campo após alguns minutos de jogo para tirar alguns jogadores. É uma loucura, mas precisamos lidar com esses desafios, essas questões que vêm no topo da crise da covid-19”, disse Infantino.

A Associação Argentina de Futebol (AFA) disse que Martínez e Buendía foram dispensados da seleção nacional, o que significa que não participarão da partida da próxima sexta-feira (10) contra a Bolívia.

Reuters

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: