Conselho de Medicina Veterinária do Amapá homologa atividades do Castramóvel em Macapá

A ação atesta que o serviço atende as resoluções estipuladas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Aconteceu nesta sexta-feira (19) a cerimônia de anúncio da homologação das atividades do Castramóvel da Prefeitura de Macapá. A ação foi feita pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amapá (CRMV-AP) e contou com a participação do prefeito de Macapá, Dr. Furlan, do deputado federal André Abdon, do presidente do Conselho, José Renato Ribeiro, e da presidente da Ong Anjos Protetores, Laudenice Monteiro.

“Hoje é um momento especial para Macapá, pois estamos colocando para funcionar o Catramóvel, cumprindo todas as exigências do Conselho de Medicina Veterinária. Este serviço é a primeira política pública do Amapá de controle populacional de cães e gatos, com atendimentos nos parâmetros nacionais.  Desta forma, quero reafirmar o compromisso com a causa animal, através das nossas ações, como a Praça Pet, Censo Animal e ordem de serviço para o Centro de Zoonoses’’, destaca o prefeito.

A homologação atesta que o Castramóvel atende as resoluções estipuladas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) para o funcionamento como unidade móvel de esterilização e serviço médico veterinário móvel. A partir disso, o espaço está habilitado para a realização de triagem, consultas, exames, cirurgias e pós-operatórios nos cães e gatos que serão atendidos pelo espaço.

“A estruturação do castramóvel representa a nossa luta e desejo para que funcionasse, pois recebemos apenas o móvel. Hoje entregamos nos devidos parâmetros de segurança, mostrando nosso compromisso com a sociedade macapaense’’, afirma a secretária Municipal de Saúde, Karlene Lamberg.

O Castramóvel tem capacidade para esterilização de 400 animais por mês e, aproximadamente, 20 procedimentos por dia. Nessa primeira etapa serão atendidos animais domésticos de tutores residentes nos bairros Fazendinha, Chefe Clodoaldo e Vale Verde, que foram selecionados através do Censo Animal.

Homologação

Segundo o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amapá, José Renato Ribeiro, o funcionamento do castramóvel significa um ganho para os macapaenses, pois representa uma causa social.

“O conselho demorou um pouco para aprovação, mas precisávamos seguir alguns protocolos para garantir segurança jurídica, pois se trata de algo que trará benefícios à população. Quero parabenizar Macapá, que conta com o empenho do prefeito Furlan. Com isso, temos tudo para sermos referência no tratamento dos animais”, comenta.

O serviço conta com recursos de uma emenda do deputado federal André Abdon (PP) e é administrado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Durante a homologação, o autor da emenda destacou a importância de responder às demandas da causa animal em Macapá.

“A causa animal ganha mais um instrumento, pois iniciamos um serviço que ajudará na proteção dos animais. Quero parabenizar o prefeito Furlan, que teve a competência de botar em prática, a partir de agora, uma excelência no atendimento de cães e gatos, que além da castração irá proporcionar conscientização a população”, pontua.

Sobre o Castramóvel

O contrato com a empresa UP Tech, responsável pelo serviço, foi assinado no dia 04 de setembro, durante a inauguração da primeira Praça Pet de Macapá, uma das iniciativas da Prefeitura de Macapá.

O Castramóvel promove o controle populacional de animais por meio de castração que, entre outras coisas, promove a prevenção do aparecimento de zoonoses e doenças infecciosas naturalmente transmissíveis de animais para as pessoas como a raiva animal. O espaço tem a capacidade de atender para castração até 400 animais por mês.

Ações voltadas à causa animal

Além da inauguração da primeira Praça Pet da capital, que contou com recursos de uma emenda do deputado federal Vinicius Gurgel (PL) e contrapartida municipal, com um total de R$ 251 mil investidos, a Prefeitura de Macapá vem promovendo uma série de outras ações voltadas à causa, como a execução do Censo Animal, que iniciou em setembro de 2020, e busca mapear a população de animais da capital para embasar ações de saúde pública, como campanha de castração e vacinação em massa.

A Prefeitura de Macapá também assinou a ordem de serviço para construção do primeiro Centro de Zoonoses da capital, que funcionará na Fazendinha. A obra conta com emenda destinada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede) e contará com cinco blocos nos quais funcionarão os serviços de vacinação e avaliação animal, laboratório de entomologia, ambulatório, depósito de ração, necrópsia e eutanásia, entre outros.

Paralelo a isso, a Prefeitura de Macapá, desde o início do ano, vem promovendo a campanha de vacinação antirrábica, que já imunizou mais de 49 mil animais domésticos entre cães e gatos da capital e distritos. Foram realizadas três grandes ações este ano com disponibilização da vacina em vários pontos, para que alcançássemos este público.

Ewerton França

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: