Destaque na ciência: Escola SESI participa de evento científico com quatro projetos

Quatro projetos científicos da Escola SESI Amapá estão sendo expostos na Mostra Científica e Tecnológica da Amazônia (MostrAmazônia) e do Sicence Days na área das ciências da natureza. No total, 60 projetos participam em dois dias de atividades e os melhores recebem premiação. A programação conta com palestras, oficinas, mostras e apresentações de trabalhos de alunos de escolas públicas e privadas do Amapá.

O evento é organizado pelo Instituto Nacional Leva Ciência e promove o conhecimento na área entre crianças e jovens na Amazônia, além de estimular a pesquisa.

O professor Ramon Araujo destaca que a participação dos alunos é incentivada pelo SESI. “É uma satisfação estar com eles aqui na MostrAmazônia, um evento científico tão importante e mostrando que a pesquisa não é uma coisa só da academia, mas surge já na escola”, declarou.

Uma das pesquisas apresentadas é sobre o uso popular de plantas medicinais para tratar doenças. “Estar aqui é poder conscientizar o público da feira sobre o uso racional das plantas medicinais e também divulgar o conhecimento científico para as outras crianças e adolescentes participantes”, explicou Samuel Silva, um dos autores do projeto.

Outro projeto dos alunos do SESI é o que utiliza a impressora 3D do SENAI Amapá para a construção de um filtro para o reaproveitamento de água de central com o uso de carvão de caroço de açaí. “Mostrar para a sociedade que a gente está fazendo soluções para os problemas do futuro é dar um passo à frente na pesquisa e construir algo sólido para a sociedade”, detalhou o aluno do Novo Ensino Médio, Nícolas Pereira.

O Lazúli News, o jornal de ciências e variedades produzido pelos estudantes dos Ensinos Fundamental II e Médio e o Projeto Perfume, que usa óleos extraídos de produtos naturais como o capim-limão e a canela, que funcionam como repelentes contra insetos também estão foram aceitos na mostra científica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: