AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Sesa negocia dívida herdada com empresas de vigilância

Na tarde desta terça-feira, 20, um encontro entre os empresários e representantes sindicais de vigilância, Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e Procuradoria-Geral do Estado, tratou sobre o atraso do pagamento das empresas que há dois meses estão sem receber.

Na reunião o secretário de Estado da Saúde, Pedro Leite, garantiu aos empresários o pagamento do mês de janeiro após a abertura do orçamento de 2015, que ocorrerá no mês de fevereiro. Ficou agendada outra reunião para que seja celebrada uma nova negociação de pagamento com as empresas de segurança.

O gestor explicou sobre os inúmeros problemas que a gestão tem enfrentado, destacando o atraso do pagamento com os fornecedores, falta de medicamentos, unidades hospitalares deterioradas, falta de aparelhamentos e recursos humanos insuficientes.

"Hoje nós abrirmos esse novo período de diálogo com o objetivo de encontrar soluções viáveis para ambos. Nós temos mais da metade do orçamento da Saúde comprometido com dívidas, mas é dentro dessa perspectiva de trabalho que vamos investir esforços para a restauração da saúde do Estado", declarou Leite.

As duas primeiras semanas de gestão da Sesa foram de regularização de serviços, ações emergenciais nas unidades hospitalares, medidas de reestruturação e decisões para equilibrar as contas e contratos com fornecedores.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: