AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Estudo preliminar aponta que 90% dos entrevistados se sentem seguros com o policiamento

A Polícia Militar divulgou os resultados da pesquisa realizada junto à comunidade durante a operação realizada no fim de semana passado – de 27de fevereiro a 1º de março. De acordo com o estudo, 90% dos entrevistados se sentem seguros com o policiamento realizado. Os números são preliminares. A pesquisa continua neste fim de semana.

Outros dados apontam que, para 58% dos entrevistados, o policiamento ostensivo proporciona sensação de segurança, 40% acha que as ações inibem a prática de crime, e 2% dizem que precisa melhorar.

Em relação aos índices de crimes, a pesquisa mostrou que 60% estão relacionados a roubos, 21% a furtos, 15% a roubo de celular, 2% acidente de trânsito e 2% violência. Dos entrevistados, 45% já foram vítimas de crimes e 90% responderam que não se sentiam seguros antes da atuação ostensiva da Polícia Militar.

Os entrevistados deixaram sugestões para melhoria do serviço, entre elas, o retorno das bases policiais nos bairros, ativação da Unidade de Policiamento Comunitário do bairro Congós e o policiamento nas escolas. "Essa pesquisa mostra que o trabalho está sendo bem aceito e é uma forma de sabermos a opinião da população para melhorarmos o serviço", disse o comandante-geral da PM, coronel José Carlos Côrrea.

A PM também apresentou o balanço das ocorrências de janeiro e fevereiro deste ano. Comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma redução de 8,5%. Em 2014, foram 15.529 ocorrências, já em 2015 foram 14.209.

De acordo com o balanço, houve uma redução de 22,56% nos roubos. Nas ocorrências de roubos a estabelecimentos comerciais a queda foi de 60,19%. Em relação aos acidentes no trânsito, a redução foi 41,2% e nos casos de homicídios, 11,63%.

Apesar dos bons resultados, a PM registrou um aumento de 63,16% nos roubos a residências. Por esse motivo, este será o principal foco de atuação da polícia neste mês. "Tivemos uma grande redução nas estatísticas, isso comprova que a intensificação do policiamento ostensivo e preventivo está dando resultados. Vamos continuar trabalhando para reduzir esses índices, principalmente o de assalto a residências", afirmou o comandante.

Nesta sexta-feira, 6, a polícia vai aplicar um novo questionário em Macapá e Santana, desta vez, com questões mais específicas. De acordo com o comandante, é importante a colaboração da população para que a PM tenha retorno do serviço prestado e o que pode ser melhorado. Esta metodologia vai ser uma ação constante da polícia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: