Educa

Começa nesta terça-feira (19) o I Fórum de Discussão sobre a Rede Estadual de Combate ao Câncer

Imagem

Inicia nesta terça-feira, 19, o I Fórum de Discussão sobre a Rede Estadual de Combate ao Câncer. O evento começa às 17 horas com credenciamento e segue até às 21 horas. No dia 20, será no horário da manhã e tarde.

De iniciativa do Instituto do Câncer Joel Magalhães (IJOMA), uma entidade filantrópica, da sociedade civil organizada, presidida por padre Paulo Roberto, o fórum irá reunir os três entes da federação: Município, Estado e Distrito Federal.

A mesa de abertura será composta pelo Ministério da Saúde, Governo do Estado do Amapá, Prefeitura Municipal de Macapá, Conselhos Nacional, Estadual e de Secretários de Saúde.

Foram convidados também os demais poderes do Estado: Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. Além de outras entidades representativas e de classes.
“É necessário todos ficarem cientes desse grande eventos. Não apenas cientes, e sim, que participem para juntos criarmos uma efetiva rede de combate e prevenção ao câncer”, complementa o diretor de relações públicas, Marcio Bezerra.

A intenção é realizar uma grande discussão sobre Rede de Oncologia. Que ficou sob a responsabilidade do Ministério da Saúde, que trará palestra magna, ministrada pela a técnica Laura dos Santos, que falará sobre o que é rede de oncologia e o que é necessário para implanta-la.

Para o presidente do Ijoma, essa discussão é primordial para que sejam criadas políticas públicas estadistas e efetivas para o combate ao câncer no Estado do Amapá.

“Precisamos resolver esse problema. Os pacientes precisam dessa nossa ajuda. E uma das funções principais do IJOMA é a luta em favor desses pacientes. Também temos o papel de criar proposições de propostas para criação de políticas públicas e controle social. Com intuito de ajudar o Estado e cobrar, se necessário”, disse o presidente da entidade.

No segundo dia, a palestra inicial, às 8 horas, fica por conta do Conselho Nacional de Saúde, que ministrará sobre os Desafios e políticas para efetivação das Redes de Saúde no Brasil e Controle Social. O palestrante Wanderley Gomes da Silva, conselheiro, já confirmou presença.

Na sequencia, o Dr. Roberto Marcel (UNACON), Dorimar Barbosa, do Conselho Regional de Medicina (CRM), representando o Conselho Estadual de Saúde e o secretário Pedro Leite (SESA) abrirão a primeira mesa com o tema Dificuldades e potencialidades dentro da Rede dos serviços de oncologia no Estado.

A segunda mesa discutirá o mesmo tema, só que no âmbito municipal, e será presidida pela secretária municipal de saúde, Silvana Vedovelli, presidente do Conselho Municipal, Patrício e a presidente do Conselho de Secretários de Saúde (Cosems), Maria de Jesus.

Após as explanações ministradas pelas esferas. Será executado um debate para preposição e elaboração da carta de comprometimento a ser entregue as autoridades locais e nacionais. Será divido em 3 grupos: municipal, estadual e federal que discutirá os eixos Atenção e Oncologia: Educação, acessibilidade e cobertura; Políticas públicas e direitos; Dificuldades e potencialidades na efetivação da rede.

O Ijoma já preparou uma carta de compromissos que será refinada após o debate e entregue no mesmo dia para as assinaturas.

“Esperamos que o prefeito de Macapá e o governador do Estado, também possam fazer parte desse fórum. A participação deles irá demonstrar o interesse dos gestores em tentar melhorar a situação da Saúde de nosso Estado. O convite foi feito, vamos esperar”, finaliza Marcio Bezerra.

Depois de cada palestra e mesa a tribuna será aberta para perguntas e respostas.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: