Paralisação compromete serviços em aeroporto e portos do Pará

Mobilização cobra valorização do cargo de auditor fiscal e reajuste salarial

A ação faz parte de uma mobilização nacional para cobrar a aprovação do Projeto de Lei 5.864/16, que trata da valorização do cargo de Auditor Fiscal e do reajuste salarial. Um acordo firmado com o governo no ano passado previa o reajuste de 21,3%, a ser pago em quatro parcelas. A primeira de 5,5% em agosto deste ano e as demais parcelas nos meses de janeiro de 2017, 2018 e 2019. Mas segundo o auditor Iranilson Brasil, os servidores ainda não receberam o reajuste.

“A promessa do governo é que nós receberiamos em agosto. Em agosto estaria na folha de pagamento. Nós já estamos em outubro. E ainda vai sair de lá do Congresso e ir para o Senado Federal. Então a perspectiva, pelo jeito eles estão trabalhando desrespeitando os trabalhadores, tentando levar isso para o ano que vem ou sequer não pagar e descumprir a sua palavra”, disse o auditor.

Ainda de acordo com Iranilson, devido à paralisação, os serviços no aeroporto e nos portosde Belém e do Conde, em Barcarena, um dos maiores do Brasil, estão prejudicados: “Todos os serviços de despacho aduaneiro de importação e de exportação, com exceção das cargas que são perigosas ou das cargas que são perecíveis (e perecíveis não é congelado, que congelado não perece). São cargas vivas que se ficarem alí pode haver o falecimento ou perecimento do bem”.

Os trabalhos da Aduana devem voltar ao normal na sexta-feira. A Delegacia Sindical do Pará do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais estima milhões de reais de prejuízos nesses dias de paralisação.O projeto de lei que trata da carreira dos auditores deve ser debatido em audiência pública, na próxima semana, na Câmara dos Deputados. Em nota, a Receita Federal informou que não vai se manifestar.

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: