Secretaria de Saúde do Amapá investiga casos de doença de chagas

Pelo menos 19 pessoas apresentaram sintomas na comunidade de Conceição do Macacoari, zona rural da capital amapaense

No Amapá, as secretarias de Saúde do estado e do município de Macapá investigam a origem de alguns casos de doença de chagas detectados na comunidade de Conceição do Macacoari, zona rural da capital amapaense. Pelo menos 19 pessoas apresentaram os sintomas após participarem de uma festa na localidade. Dez casos já foram confirmados.

Equipes da Vigilância em Saúde, do Estado e do município, serão enviadas à comunidade para identificar a possível fonte de infecção. Técnicos devem coletar amostras de barbeiro – inseto responsável pela transmissão – e trabalhar para bloquear a propagação da doença.

Segundo a Coordenadoria Estadual de Vigilância em Saúde, dados preliminares apontam que a transmissão pode estar relacionada ao consumo de alimentos contaminados com as fezes do barbeiro que carrega o Trypanosoma cruzi, protozoário que causa a doença.

Todos os 19 pacientes investigados estão sendo acompanhados por especialistas da rede estadual de saúde e encontram-se em tratamento.A doença de Chagas é infecciosa febril causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, que se adquire por meio do contato direto com as fezes do inseto conhecido como “barbeiro”.

O Repórter Amazônia é uma produção da Rede de Rádios Públicas da Amazônia e vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 18h30 pela Rádio Nacional da Amazônia.

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: