Especialista em Medicina Natural avalia seus efeitos no tratamento e prevenção de doenças

A busca por qualidade de vida aliado à perda de peso é uma persistência que cresce a cada dia no Amapá, e a prova é o número cada vez maior de  pessoas de todas as idades que se tornaram adeptas de assessorias para corrida, academias, caminhadas ao ar livre, sozinho ou em grupos. Mas de acordo com especialistas, para se obter resultados satisfatórios, ter uma vida saudável e livre de doenças, é necessário colocar na rotina uma alimentação adequada, que facilita os resultados no físico e previne doenças.

 

“Em Macapá aumentou o número de pessoas se exercitando, em todos os lugares, isso é muito importante e dá á cidade uma nova característica, longe do perfil de lugar onde as pessoas só se reúnem em torno de mesa com comida e bebida, e passam a  buscar hábitos saudáveis. Mas é importante que entre nesta rotina a boa alimentação , para manter o peso, prevenir doenças, e ter mente tranquila e espírito leve”, conceitua a  especialista em Medicina Natural, Ana Pires.

 

Para a especialista, querer um corpo esteticamente perfeito e sem gorduras, deve andar de mãos dadas com os cuidados para prevenir doenças, e curar as que já existem no organismo. “Temos o habito de exercitar para emagrecer e manter o coração e outros órgãos ativos, mas é importante buscarmos outras formas de tratamento, principalmente o preventivo, e os alimentos são a base deste conceito, porque em geral as doença e problemas cardíacos começam com uma disfunção nutricional, é aí entram os tratamentos alternativos, como aliados”

 

Ela explica que quando uma pessoa sente que precisa se cuidar, procura profissionais da medicina alopata, que faz o diagnóstico e indica o tratamento, mas alimentação natural e as terapias naturais, como a iridologia, fitoterapia, geoterapia, hidroterapia, e outros, têm mostrado resultados positivos e que podem ser associados à medicina tradicional. “Estas alternativas resolvem até casos de obesidade. O tratamento começa pela desintoxicação  e a pessoa perde peso em pouco tempo, sem traumas e ainda ganha novos hábitos alimentares, o que a impede de voltar a engordar”.

 

Ana Pires é amapaense, e depois de estudar e se especializar em Curitiba, e organizar eventos nacionais e internacionais voltados para a medicina alternativa, voltou para o Amapá após 12 anos para passar alguns dias, mas resolveu ficar para trabalhar a medicina natural como forma de salvar vidas, prevenir doenças e incentivar a alimentação saudável para equilibrar o organismo, fortalecer o corpo contra as doenças, e manter a estética. “Tudo isso pode ser obtido através de bons hábitos alimentares. Se os amapaenses se adequarem à este conceito, viveremos mais e melhor”.

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: