Forças Armadas irão reforçar o policiamento no Rio de Janeiro, anuncia Temer

Assim como no Espírito Santo, mulheres e familiares de policiais militares fazem mobilização por melhorias; governo garantiu que não dará anistia

 

Envio das Forças Armadas ao Rio de Janeiro foi confirmado nesta segunda-feira (13) após reunião de Temer e Pezão. Foto: Ag. Brasil

O presidente Michel Temer autorizou nesta segunda-feira (13) o uso das Forças Armadas para auxiliar o policiamento nas ruas do Rio de Janeiro. O Estado enfrenta mobilização de mulheres dos policiais militares, que bloquearam alguns batalhões e companhias da PM para bloquear a entrada e saída de viaturas. Elas reivindicam melhores condições de trabalho para os agentes.

Temer participou de uma reunião na manhã de hoje com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, na qual ficou acertado o envio do reforço. A manifestação das mulheres dos policiais – inspirada em movimento realizado no Espírito Santo – teve início na sexta-feira (10).

No momento, o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao Estado ou deslocados para essas atividades. Também estão sendo estudados os locais em que atuarão e a data de início das ações, prevista inicialmente para terça-feira (14).

Na manhã de hoje, manifestantes acampadas bloquearam a saída do prédio do Batalhão de Choque, no Centro do Rio de Janeiro , onde funcionam unidades como o Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos.

 

Continue lendo no Ultimo Segundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: