Condutor de carro alegórico que feriu 20 pessoas se apresenta em delegacia para prestar depoimento

Nesta manhã, a Polícia Civil periciou a alegoria e o laudo deve sair em 20 dias

Vítimas foram socorridas pelos Bombeiros após acidente com carro alegórico na Marques de Sapucaí. Foto:
Márcio Mercante / Agência O DiaS

O condutor do carro alegórico que bateu e feriu ao menos 20 pessoas, na noite de domingo (26), na Marquês de Sapucaí, se apresentou, no início da tarde desta segunda (27), na delegacia da Cidade Nova (6ª DP). Segundo informações iniciais, ele não quis se identificar e foi direto para o depoimento.

Três pessoas feridas pelo carro alegórico ainda estão internadas em hospitais do Rio. Segundo a Secretaria Municipal, duas estão no CTI do Hospital Souza Aguiar, no centro, e uma no Miguel Couto. No primeiro hospital estão Elisabeth Ferreira Jofre, 55 anos, que tem quadro estável, mas foi transferida ao CTI para ser acompanhada mais de perto. Já Maria de Lurdes Maura Ferreira, de 58 anos, foi transferida para o CTI após deixar o setor de recuperação pós-cirúrgico. O estado dela é grave e ela segue respirando por aparelhos.

A terceira vítima, Lucia Regina de Mello Freitas, de 56 anos, está lúcida e orientada, segundo a pasta. Ela passou por novos exames e seu quadro é considerado estável, apesar de ainda inspirar cuidados. De acordo com a secretaria, ela deve ser transferida para o CTI ainda hoje.

O acidente com a alegoria aconteceu ao final do desfile da Paraíso do Tuiuti. A alegoria perdeu o controle ao fazer a curva para entrar na avenida e bateu contra a grade, imprensando as pessoas que estavam na lateral do carro. Os bombeiros foram acionados e, rapidamente, começaram a trabalhar no socorro aos feridos. Algumas vítimas ficaram presas na grade, que separa a avenida da arquibancada.

A Paraíso do Tuiuti abriu o desfile das escolas do Grupo Especial e, mesmo com o acidente, conseguiu terminar a apresentação dentro do tempo regulamentado. O carro apresentou problemas em todo o persurso da avenida, mas conseguiu concluir o desfile. Ao chegar na dispersão, a alegoria, que provocou o acidente, passou por uma perícia preliminar. De acordo com a Polícia Civil, não foram constatados problemas mecânicos no carro. Porém, uma perícia mais detalhada ainda será realizada.

Em nota, a agremiação disse que “lamenta profundamente o ocorrido durante o seu desfile na noite deste domingo de carnaval. A diretoria da escola manifesta o seu pesar e prontifica-se a prestar esclarecimentos assim que todas as causas do acidente forem apuradas. Esclarecemos que ofereceremos toda a assistência necessária ás vítimas deste irreparável episódio. Informamos que a alegoria envolvida no acidente será ”periciada” pela Polícia Civil”.

A Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) também se manifestou sobre o caso dizendo que “lamenta profundamente o acidente ocorrido no início da noite deste domingo, 26, durante o desfile da Paraíso do Tuiutí. A Liga se solidariza com as vítimas e seus familiares e informa que todas foram prontamente socorridas pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde, tendo sido algumas transferidas para hospitais da região”.

 

R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: