AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Navio com 70 pessoas a bordo naufraga no Pará e deixa mortos

Já foram encontrados sete corpos; causas ainda não foram identificadas

Um navio com cerca de 70 pessoas a bordo naufragou no Pará na noite da última terça-feira, numa área chamada Ponte Grande do Xingu, localizada entre as cidades de Porto de Moz e Governador José Porfírio. Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), já foram encontrados sete corpos de vítimas. Até 10h, apenas 20 pessoas tinham sido encontradas com vida. As causas do naufrágio estão sendo apuradas.

A embarcação “Comandante Ribeiro” teria saído do município de Santarém, oeste do estado, e tinha escala nos municípios de Monte Alegre e Prainha. O destino final era Vitória do Xingu.

As Defesas Civis dos municípios de Belém, Governador José Porfírio e Vitória do Xingu foram acionadas para trabalhar no resgate. Quem investiga as causas do acidente é a Polícia Civil.

Já a Segup, que emitiu uma nota oficial sobre o naufrágio, iniciou a instalação de uma sala de situação na Câmara de Vereadores de Porto de Moz.

Confira a nota da Secretaria de Segurança Pública:

“A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que, segundo apurações prévias da Defesa Civil de Belém, na noite desta terça-feira, 22, a embarcação “Comandante Ribeiro” naufragou em uma área denominada de Ponte Grande do Xingu, localizada entre os municípios de Governador José Porfírio e Porto de Moz.

Informações prévias indicam que no momento do naufrágio haviam cerca de 70 pessoas na embarcação. Na manhã desta quarta-feira, 23, 20 pessoas já haviam sido encontradas com vida e sete mortos.

Trabalham no resgate do naufrágio as Defesas Civis Municipais de Belém, Governador José Porfirio e Vitória do Xingu. A embarcação “Comandante Ribeiro” saiu de Santarém, com escala nos municípios de Monte Alegre e Prainha e destino final em Vitória do Xingu. A Polícia Civil já investiga as causa do naufrágio. A Segup já iniciou a instalação de uma sala de situação da Câmara de Vereadores de Porto de Moz.”

O Globo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: