Petróleo opera em queda, pressionado por aumentos nos estoques

Os investidores estão ficando cada vez mais preocupados com o impacto do aumento da produção de xisto

O petróleo opera em queda nesta quarta-feira(14), pressionado por aumentos nos estoques americanos e sinais de elevação rápida da produção.

Por volta das 9h30, o barril do tipo Brent para abril, negociado na Intercontinental Exchange (ICE), caía 0,48%, a US$ 62,43, enquanto o WTI para março, negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) recuava 0,79%, a US$ 58,74.

No final da terça-feira(13), a American Petroleum Institute (API), uma associação de refinarias, revelou um aumento de 3,9 milhões de barris nos estoques de petróleo na semana encerrada em 9 de fevereiro, além de uma alta de 4,6 milhões e barris nos estoques de gasolina. Hoje, o Departamento de Energia (DoE) publica os números oficiais dos estoques americanos.

“As preocupações estão abundantes com a possibilidade de que o aumento dos estoques será a regra durante as próximas semanas, com as refinarias entrando na temporada de manutenção”, afirmou Stephen Brennock, analista na PVM Oil Associates Ltd.

Veja mais no Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.