Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Polícia Federal faz buscas em SP e PR para apurar propina em Belo Monte

Um dos alvos da operação, Delfim Netto é suspeito de receber 10% de propina

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça Federal no Paraná expediu e a Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (9) a 49ª fase da Operação Lava Jato, denominada Operação Buona Fortuna. Os policiais federais cumprem nove mandados de busca e apreensão nos estados do Paraná e São Paulo. O ex-deputado federal Antônio Delfim Netto é um dos alvos.

De acordo com informações da PF, as investigações realizadas até o momento identificaram modus operandi semelhante ao já investigado nas demais fases da Operação Lava Jato, como pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos e políticos por parte de consórcio de empreiteiras diretamente interessado nos contratos de construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

O MPF destacou em nota que as investigações tiveram origem em leniências firmadas com as empresas Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, e acordos de colaboração premiada com seus executivos e homologados pelo Supremo Tribunal Federal, em razão do envolvimento de pessoas com prerrogativa de foro. Parte das investigações permanece em curso na Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, e a apuração dos fatos ilícitos relativos a pessoas sem prerrogativa de foro foi remetida à 13ª Vara Federal de Curitiba.

Durante a investigação, diz o MPF, foram realizadas diversas diligências como afastamento de sigilos bancário, fiscal, telemático e de registros telefônicos, que teriam revelado a existência de estreitos vínculos entre os investigados e corroborado ilícitos narrados por colaboradores. Também compõem o material as colaborações premiadas de executivos da Odebrecht, remetidas pelo Supremo Tribunal Federal, acompanhadas de documentos que reforçariam indícios de prática de fatos criminosos.

Os mandados judiciais cumpridos nesta manhã foram expedidos pelo Juízo Titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, Paraná.

Veja mais no Jornal do Brasil

Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: