Drenagem e limpeza do leito do canal do Jandiá objetivam evitar transbordamentos durante inverno amazônico

Após a retirada de centenas de famílias da área de invasão do canal do Jandiá, no trecho entre os bairros Pacoval e São Lázaro, ações de limpeza e drenagem são feitas pela Prefeitura de Macapá para garantir a vazão das águas e evitar transbordamentos do canal e de demais regiões da cidade que recebem a sua influência.

 

Para José Vilhena, vigilante e morador do local há dez anos, as ações já demonstram resultados. Segundo ele, apesar das fortes chuvas, as águas do canal ainda não inundaram a pista. “Em anos anteriores, quando chovia muito, logo o canal transbordava e as águas invadiam a rua. Pelo que vi até agora, graças a Deus, este ano ainda não transbordou, apenas chegou ao máximo da margem. Penso que isso é por conta da retirada das casas e a limpeza que a prefeitura vem fazendo”, diz.

 

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob), responsável pela ação, intensifica os serviços no leito natural do canal com drenagem e remoção de entulhos. “Iniciamos de forma paliativa a limpeza do leito do canal para aumentar a vazão e evitar que ocorram transbordamentos. A limpeza total da área ainda está sendo programada pelo Município, o que garantirá um resultado ainda melhor para o local”, explica o engenheiro da Semob, Rivo Barbosa.

 

Além do canal do Jandiá, as equipes fazem serviços de limpeza e de drenagem na área do campo de futebol da Praça Jaci Barata, no Centro da cidade.

 

Márcia Fonseca

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.