Educação empreendedora: Brasil ocupa 56ª posição entre 65 países

De cada dez brasileiros adultos, quatro possuem ou estão envolvidos com a criação de uma empresa. É o que revelam as últimas pesquisas “Global Entrepreneurship Monitor (GEM)”, um consórcio internacional que no Brasil possui parceria com o Sebrae.

As pesquisas também mostram que seis entre dez dos empreendedores que estão criando ou já abriram uma empresa identificaram a oportunidade, mas estão despreparados para empreender.

Em pesquisa mais específica a GEM mostrou que o Brasil ocupa a 56ª posição em uma lista de 65 países quando se trata de educação empreendedora. Isso significa que a maioria das crianças e jovens brasileiros não aprendem sobre empreendedorismo nas escolas.

Com a intenção de começar a mudar esta realidade, está sendo implantado em São Paulo o Plano Estadual de Educação Empreendedora, uma iniciativa da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e pela Frente Parlamentar do Empreendedorismo da Assembleia Legislativa, com especialistas em empreendedorismo ligados a importantes instituições de ensino.

O plano foi criado pela Lei 15.693/2015, de autoria do deputado Itamar Borges, presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo.

A partir desta Lei estadual, estão sendo desenvolvidas atividades para formação de professores, criação de novas metodologias, feiras de inovação e empreendedorismo para os 3,7 milhões de alunos, 300 mil professores em aproximadamente 5 mil escolas da rede estadual.

“O empreendedorismo passou a ocupar uma posição de destaque no campo econômico e social no Brasil. Por isso é essencial que nossas crianças e jovens tenham contato com a educação empreendedora, para que possam ter o protagonismo de sua inserção social e de sua própria história”, afirmou o deputado Itamar Borges.

Saiba mais no site Exame

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: