1º Fórum Comunitário do Selo Unicef reúne representatividades locais para debater direitos das crianças e adolescentes

Pelo terceiro ano consecutivo, a Prefeitura de Macapá realizou nesta quinta-feira, 14, o 1º Fórum Comunitário para a edição 2017/2020 do Selo Unicef Município Aprovado. O evento aconteceu na Escola de Ensino Infantil Meu Pé de Laranja Lima e reuniu representações sociais, órgãos voltados para o atendimento de crianças e adolescentes e representações juvenis.

 

As secretarias de Educação (Semed), Saúde (Semsa) e de Assistência Social e do Trabalho (Semast), além do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), integraram o grupo intersetorial, que reuniu todas as entidades com a finalidade de debater todos os temas que se encaixam nos quatro objetivos estruturados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), sendo eles a garantia de políticas especializadas para crianças e adolescentes excluídos; garantia de políticas sociais de qualidade para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade; prevenir e desenvolver respostas às formas extremas de violência e promover, principalmente, o engajamento e participação dos cidadãos.

 

A estudante de 20 anos, Marcella Palheta, explicou que o convite para participar do Fórum foi uma surpresa muito positiva, pois teve a oportunidade de debater e compreender um pouco melhor a realidade das políticas públicas voltadas para a juventude da capital. “A gente conversa tanto sobre políticas públicas e sobre inclusão dos jovens, que quando temos essa oportunidade de estar aqui participando, devemos agarrar e realmente falar sobre o que falta, o que não está certo”, explica.

 

Foram 11 grupos de trabalhos montados para debater e estabelecer um plano de ação para ser desenvolvido nesta edição do projeto. Cada setor responsável apresentou o cenário atual do município a respeito de temas como qualidade na educação, gravidez na adolescência, protagonismo juvenil, violência contra criança e adolescente, entre muitos outros.

 

A secretária de Educação, Sandra Casimiro, explicou um pouco sobre a importância da participação da comunidade no debate do Fórum, assim como dos jovens que são atingidos por esse tipo de iniciativa e merecem ter voz e vez.

“O selo vem reforçar uma prática que já é comum para a Prefeitura de Macapá, que é trabalhar em conjunto com órgãos municipais e também com os demais responsáveis pelo atendimento da criança e adolescente. Hoje teremos a possibilidade de reforçar essas políticas que já são desenvolvidas nas Secretarias, mas, agora, com a participação dos atores e daqueles que são diretamente atingidos por esses serviços, que são os nossos jovens aqui presentes”, reforçou. 

 

O prefeito Clécio Luís esteve à frente do evento, reforçando o compromisso do município não apenas com a permanência do Selo, mas também com as crianças e jovens que precisam e merecem qualidade nos serviços essenciais para o seu desenvolvimento social, educacional e de saúde. “Cuidar de uma cidade, erradicar o trabalho infantil, garantir a permanência e coeficiência de uma criança na escola não é tarefa apenas de um prefeito, de uma secretária, mas sim de todos, e é isso que o selo nos proporciona: o compartilhamento de responsabilidades para gerar direitos”, ressaltou.

 

Atualmente, Macapá já possui o Selo Unicef e a expectativa é que mantenha novamente nesta nova edição. Após esta primeira etapa, outros encontros virão para poder ser feita uma avaliação e acompanhamento da aplicação do que foi decidido neste primeiro fórum.

 

Rafaela Bittencourt

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.