IV Emtec traz relatos e aplicações positivas do uso da tecnologia na educação

Com o objetivo de apresentar os relatos sobre as experiências positivas adquiridas com o uso das tecnologias educacionais em sala de aula, o IV Encontro Municipal de Tecnologias na Educação (Emtec) aconteceu na quinta-feira, 29, no Centro de Cultura Franco Amapaense com a participação de aproximadamente 200 pessoas, entre professores e estudantes.

 

As atividades contaram com uma palestra especial ministrada por Celso Tatizana, que apresentou o aplicativo Visual Class, utilizado pelos alunos da escola Aracy Nascimento do Encontro Nacional de Educação Tecnológica (Enetec), que premiou os estudantes com o segundo lugar a nível nacional. “Fiz questão de vir até Macapá para conhecer um pouco mais sobre a realidade da educação municipal daqui, uma vez que esses alunos se destacaram não somente pela boa colocação no Enetec, mas por terem tido apenas 30 dias para desenvolverem as atividades no aplicativo e terem o feito de maneira tão hábil”, ressaltou o palestrante, que também é responsável pela criação do aplicativo.

 

Os relatos de experiências contaram com apresentações de oito escolas, que trouxeram para o debate as aplicações da tecnologia no fazer pedagógico e as vantagens e dificuldades de aplicar tais metodologias no dia-dia do aluno. O projeto O Conto que eu Conto, da professora Josefina Almeida, trouxe a produção dos alunos dela para o Emtec. “Apresentamos filmes, as propostas do projeto, tudo sempre envolvendo a animação, que serve para estimular o interesse da criança, trabalhamos todo o contexto utilizando ferramentas tecnológicas, como a pesquisa dos elementos da história, construção delas a partir do computador, enfim, sempre utilizando os recursos a nosso favor”, explicou a professora Josefina, que leciona na escola Raimundo Oliveira Alencar.

 

Um dos alunos dela, Cauã Oliveira, 10 anos, também apresentou o seu relato no evento. “Eu vi um vídeo em casa e pensei que talvez desse para eu fazer uma história parecida com aquela usando o tema que a professora nos disse. Montei tudo com a ajuda dela [professora] e dos meus colegas, usando o computador para pesquisar e montar a história, foi bem legal e minha mãe ficou orgulhosa”, contou.

 

A secretária de Educação de Macapá, Sandra Casimiro, acompanhou as explanações e ressaltou a importância da tecnologia na educação pública, principalmente quando há possibilidade de torná-la uma ferramenta eficaz para auxiliar o professor em sala de aula e o aluno como produtor de conhecimento. “Eu agradeço a presença de todos aqui, mas principalmente aos alunos, que são os protagonistas desse momento. Discutimos o plano de tecnologia para Macapá ainda em setembro, então estamos estreitando cada vez mais esses laços porque acreditamos que, a partir da tecnologia, a gente se desenvolve”, destacou.

 

Assessoria de Comunicação/Semed

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.