Aliados recebem Guaidó em seu retorno a Venezuela

Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela arriscava-se a ser preso ao voltar a entrar no país, uma vez que o Supremo Tribunal de Justiça o tinha proibido de deixar o mesmo depois de ele se ter declarado, a 23 de janeiro, como o presidente interino legítimo da Venezuela num claro desafio a Nicolás Maduro

Juan Guaidó, líder da Assembleia Nacional da Venezuela reconhecido por muitos países como presidente interino do país, acaba de chegar ao aeroporto de Caracas, capital da Venezuela. “Estamos do lado da democracia. Continuamos em frente; não ao medo”, diz o líder da oposição que desafiou Maduro, enquanto os que os esperavam gritam “Sim, é possível”, reportou o El País. No Twitter de Guaidó uma mensagem informou: “Já estou na nossa terra amada! Venezuela, acabámos de passar pelos controlos da imigração e vamos mobilizar-nos para onde está o nosso povo!”.

Uma hora e meia antes de chegar, Guaidó anunciara numa mensagem áudio que colocara na sua conta de Twitter que estava já a caminho da Venezuela. O opositor de Nicolás Maduro esteve dez dias fora, em viagem pela Colômbia, Brasil, Paraguai, Argentina e Equador. Arriscava-se a ser preso à chegada por ter desobedecido à proibição de sair do país, decidida pelo Supremo Tribunal de Justiça, órgão que a oposição venezuelana considera ilegal e acusa de só servir os interesses de Maduro. Segundo o correspondente do El País, Javier Lafuente, Guaidó voltou a entrar em Caracas “claramente com o aval de Maduro”.

Via Diário de Notícias

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" para ajudar a manter esse site. basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: