Ministério Público vai investigar rompimento de barragem em Rondônia

Ministério Público instaura inquérito para investigar rompimento de barragem em Rondônia.

Foi instalado um inquérito Civil Público para apurar as causas e os responsáveis pelo rompimento de uma barragem da mineradora MetalMig, localizada no distrito de Oriente Novo, município de Machadinho D´Oeste, em Rondônia.

A barragem rompeu na última sexta-feira (29) e cerca de 350 pessoas teriam ficado isoladas com a queda de pontes que davam acesso a algumas comunidades. Não há informações de mortos ou feridos.

A Secretaria de Desenvolvimento Ambiental de Rondônia informou que uma tromba d’água atingiu a estrutura da barragem, o que pode ter provocado a ruptura.

O Ministério Público do Estado notificou os órgãos ambientais para que haja uma análise sobre os danos causados pelo rompimento.

A Promotoria de Justiça do município também solicitou à Agência Nacional de Mineração, responsável pela fiscalização do setor, os relatórios de avaliação de segurança da estrutura que rompeu.

Em 2018, o Ministério Público constatou que as licenças ambientais da mineradora MetalMig estavam válidas.

O inquérito aberto pelo Ministério Público é o primeiro passo para que o órgão possa apresentar uma denúncia contra os possíveis responsáveis pelo rompimento.

Segundo o Ministério Público, a barragem estava inativa há cerca de 30 anos e a empresa alega que não havia elementos nocivos à saúde no material represado.

Porém, estudos sobre a qualidade da água devem ser feitos para atestar que não houve contaminação.

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: