AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Setap esclarece sobre boletos para aquisição da meia-passagem

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) esclareceu nesta segunda-feira, 17, que não há nenhum problema com a geração dos boletos de recarga online para os cartões de meia-passagem e do Cartão Cidadão. O que existe, segundo a entidade, são prazos para registro desses boletos, conforma as novas regras da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

É que desde o final de 2018, só são emitidos boletos registrados, que após gerados, necessitam de um período de até 48h para serem reconhecidos pelos bancos, de acordo com a bandeira bancária. O Setap, por exemplo, trabalha com o banco Itau, que demora 24h para registrar os boletos. Assim, boletos gerados numa sexta-feira, por exemplo, dentro do horário bancário, só estarão disponíveis na próxima segunda-feira. Caso a pessoa tente pagar antes desse prazo, o sistema acusará o boleto como inexistente.

O boleto registrado nada mais é que o registro desse documento no banco. Para emitir dessa forma, algumas informações obrigatórias do comprador devem ser emitidas no boleto, como, por exemplo, CPF ou CNPJ do pagador e emissor, nome e endereço do pagador, e o valor. Esses dados ficam salvos no sistema da instituição financeira, garantindo maior segurança para para o consumidor.

No caso da meia-passagem, basta que o estudante acesse o link “Recarga de Cartão Estudante”, localizado na parte superior, logo acima do banner eletrônico do site. O sistema permite, inclusive, o cadastro online para aqueles que estiverem fazendo o primeiro acesso. Neste caso basta digitar o login (setap) e a senha (bilhetagem) que são padrões, para ser remetido à página do WebSigom. Lá o estudante vai preencher seus dados e após confirmar o cadastro, será enviado um e-mail de confirmação e só então o cadastro estará ativo. A partir daí, será possível solicitar a recarga do cartão, com valor mínimo de R$ 30. Gerado o boleto e feito o pagamento, o crédito estará disponível em até 48h, de acordo com o banco de opção para quitação.

O Cartão Cidadão, destinado a pessoas que não possuem o cartão de meia-passagem nem de vale-transporte, funcionará nos mesmos moldes. Essa modalidade foi lançada com o objetivo de evitar a circulação de dinheiro nos ônibus e inibir assaltos. Além disso, evita filas para aquisição da recarga. Diversos estudantes já aderiram a essa modalidade de compra.

Ascom/Setap

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: