Educa

Bolsonaro e governadores da Amazônia se reúnem para discutir incêndios florestais

O presidente Jair Bolsonaro tem uma reunião nesta terça-feira com os nove governadores da região da Amazônia Legal. O encontro será a partir das 10 horas da manhã, no Palácio do Planalto. O objetivo é discutir o combate aos incêndios florestais na Amazônia, que se intensificaram desde o fim do mês de julho.

Nessa segunda-feira, Bolsonaro coordenou uma reunião sobre o assunto no Ministério da Defesa. Desde sábado, cerca de 2,5 mil militares das Forças Armadas foram postos à disposição dos estados amazônicos para combater o fogo.

De acordo com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, os focos de queimadas já começaram a diminuir.

“Tem diminuído desde sexta-feira até agora, ajudado pela meteorologia um pouco, mas tem diminuído. A situação está sob controle e estamos combatendo isso por ordem. É uma GLO ambiental”.

A operação de GLO, Garantia da Lei e da Ordem, contra os incêndios na região, começou no sábado, e está prevista para durar um mês. E, no domingo, o governo informou que vai investigar a suposta relação de fazendeiros com as queimadas.

Outras nações também se mobilizaram. Líderes das sete maiores economias do mundo se encontraram no fim de semana, para a reunião de cúpula do G7. Alguns países ofereceram apoio financeiro ao Brasil. Na América do Sul, outros países colocaram militares e equipamentos de combate ao fogo à disposição.

Caberá ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que estava na reunião, definir como esses recursos serão usados.

Sobre a proteção da Amazônia, o presidente da França, Emmanuel Macron, chegou a declarar que a comunidade internacional poderia avaliar tornar a região uma área internacionalizada. O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, respondeu.

“Sobre a Amazônia brasileira fala o Brasil, as suas Forças Armadas e mais do que isso, a sociedade, que são as Forças Armadas não fardadas”.

Também participam da reunião os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; da Justiça, Sérgio Moro; do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno; e os comandantes da Aeronáutica, do Exército e da Marinha.

A assessoria de imprensa do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, informou que ele não participou do encontro, porque estava em São Paulo, para conceder entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura. Da Rádio Nacional, em Brasília, Victor Ribeiro.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: