Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Conselhos de Química produzem e doam mais de 17 mil litros de álcool

No Rio de Janeiro, foram produzidos mais de 600 litros do produto

Uma campanha articulada pelos conselhos federal e regional de Química resultou na produção e doação de mais de 17 mil litros de álcool. Rio de Janeiro, Mato Grosso e Paraíba são os estados que já foram beneficiados pela iniciativa. A campanha Química Solidária tem mobilizado profissionais, associações, instituições de ensino e empresas em todo o país para a produção do álcool gel, item importante para o combate ao novo coronavírus (covid-19).

Segundo o Conselho Federal de Química (CFQ), 40 unidades de saúde e entidades filantrópicas da Paraíba já receberam mais de 10 mil litros do produto, tanto na versão glicerinada como em gel. A parceria, feita por meio do Conselho Regional de Química, tem beneficiado instituições como Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Associação dos Profissionais da Área da Química, empresas, estudantes e Associação Pestalozzi da Paraíba (Apep) . Segundo o CFQ, os produtos foram distribuídos em hospitais, entidades filantrópicas do grupo de risco, prefeituras e Vigilância Sanitária.

Veja também:

Macapá registra 303 casos confirmados de Covid-19 e 7 óbitos

Enem 2020: Cursinho preparatório disponibiliza conteúdo online

A parceria com o Mato Grosso resultou na doação de milhares de litros de álcool gel e álcool 70%. Por meio de colaboração envolvendo Conselho Regional de Química, prefeitura de Cuiabá, Instituto Federal de Mato Grosso e empresas, foram fabricados mais de 7 mil litros de álcool gel e glicerinado. O material foi doado à Associação de Imigrantes, à Polícia Militar e ao centro de distribuição do município, de forma a priorizar as unidades de saúde local.

No Rio de Janeiro, onde a campanha foi iniciada, foram produzidos mais de 600 litros de produtos entre álcool líquido e álcool gel 70%, a serem destinados a algumas comunidades, às polícias Civil e Militar, e ao Hospital Federal dos Servidores do Estado.

Segundo o Conselho Regional de Química, a ação mobilizou o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto Federal Fluminense, Centro Federal de Educação Tecnológica, além da Marinha do Brasil e do Exército.

EBC

Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: