Rodízio de placas de veículos continuará por mais 15 dias em Macapá

Com a instituição do Decreto Municipal n° 2.602/2020, em 16 de julho, o rodízio de placas de veículos automobilísticos continua em Macapá. Desde o fim de maio, a Prefeitura de Macapá, por meio da Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá e a Guarda Civil Municipal, faz barreiras fixas e fiscalizações volantes para conter aglomerações e fluxo de veículos dentro dos bairros da capital.

Desde o isolamento mais rígido decretado no mês de maio, a Prefeitura de Macapá trabalha no rodízio de veículos em diversos bairros da cidade. “A CTMac e a Guarda Municipal têm feito diariamente o trabalho de fiscalização e orientação dos condutores quanto às saídas desnecessárias para que não ocorra a proliferação do Coronavírus entre os bairros da capital”, explica o diretor de Trânsito, Manoel Filho.

Mesmo com a flexibilização de atividades nesta terceira etapa de retomada das atividades econômicas, o rodízio é uma das formas de conter o fluxo de veículos. “Muitos motoristas estão conscientes quanto ao uso dos veículos. Esta é uma das formas que a prefeitura tem para fiscalizar e evitar aglomerações. A retomada gradual das atividades não significa que a pandemia acabou. É necessária a conscientização da população que ficar em casa é a melhor maneira de se proteger contra o Coronavírus. E, se caso necessitar sair, usar a máscara em respeito aos que estão circulando”, salienta o prefeito de Macapá, Clécio Luís.

Rodízio de veículos

O rodízio de veículos continua pelos próximos 15 dias e funcionará nos mesmos moldes das fases anteriores: placas de veículos com final 0, números pares (2, 4, 6 e 8) e sem registro em dias pares do mês; e com número final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9), poderão circular veículos automotores em dias ímpares. As exceções de circulação de veículos continuam as mesmas do decreto anterior.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Clauriana Costa

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: