AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

A melhor dieta anti-inflamatória é apenas uma alimentação saudável

No mundo da saúde e bem-estar, a inflamação se tornou um super vilão. Qualquer coisa que promova inflamação no organismo é imediatamente considerado ruim, enquanto qualquer coisa que combata isso é bom. Existem milhares de livros de receitas de dieta anti-inflamatória e outros milhares de suplementos anti-inflamatórios, chás e até mesmo cremes. Há um bom raciocínio por trás de alguns desses produtos, mas nem toda inflamação é ruim. Inclusive ela é necessária. E enquanto uma dieta saudável é algo que pode ajudar a minimizar o tipo prejudicial de inflamação, a ideia de que certos alimentos são anti-inflamatórios é errado.

Veja também:
Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para 7 de outubro
LOHAM lança videoclipe da canção “Pretou, Brilhou”
Defensor público abre ação contra programa de trainee para negros

O que é inflamação?

A inflamação é a resposta do sistema imunológico a qualquer evento traumático que ocorra nos tecidos do corpo. Sangue (transportando células imunes) e fluido intracelular (transportando proteínas plasmáticas) fluem para a área afetada, o que pode levar a vermelhidão, calor excessivo e inchaço. Às vezes, esse processo estimula os nervos e pode causar dor. Tudo isso faz parte do processo de cura, com graus variados e duração da inflamação com base no estímulo.

“A inflamação aguda é uma resposta protetora do sistema de defesa do corpo para combater patógenos, remover tecidos danificados e ajudar na cura. Esse tipo de inflamação começa rapidamente e dura por um curto período de tempo, geralmente de um a dois dias”, diz Dayong Wu, diretor do Laboratório de Imunologia Nutricional da Universidade Tufts. Esta resposta é fundamental para quase todos os processos de reparação, incluindo recuperação após um treino, combate a doença e cura de feridas.

Veja mais no MSN

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: