AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Noruega levanta preocupação sobre vacina contra a covid-19 para os mais idosos

Autoridades norueguesas atualizaram suas recomendações sobre quem deve receber a vacina contra a covid-19 devido a um pequeno número de mortes entre os idosos. No país, a partir de agora, cabe a cada médico decidir quem deve ser vacinado.

A Agência Norueguesa de Medicamentos informou na última quinta-feira, 14, que um total de 29 pessoas sofreram efeitos colaterais, 13 deles fatais. Todas as mortes ocorreram entre pacientes que viviam em lares de idosos e todos tinham mais de 80 anos.

A agência listou febre e náusea como efeitos colaterais que “podem ter levado às mortes desses pacientes já fragilizados”, disse Sigurd Hortemo da agência norueguesa de medicina. De acordo com dados oficiais, mais de 30 mil pessoas receberam a primeira dose das vacinas da Pfizer ou Moderna no país escandinavo desde o final de dezembro.

]Veja também:
Faixas de contribuição à Previdência dos servidores são reajustadas
WhatsApp: Mudanças fazem app sair do 1° lugar; Telegram lidera
Peixe é ingrediente importante para uma dieta saudável

“Não estamos alarmados com isso. É bastante claro que essas vacinas têm muito pouco risco, com uma pequena exceção para os pacientes mais frágeis, ” disse Steinar Madsen, diretor médico da agência. “Os médicos devem agora considerar cuidadosamente quem deve ser vacinado. Aqueles que são muito frágeis ou têm uma idade muito avançada podem ser vacinados após uma minuciosa avaliação” acrescentou.

No início desta semana, o Instituto Norueguês de Saúde Pública disse que “qualquer um dos, eventuais, efeitos colaterais da vacina serão compensados por um risco reduzido de ser contaminado pela forma mais grave da Covid-19”.

Veja mais no Correio Braziliense

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: