CPI da Pandemia: Waldez e mais oito governadores são convocado para depor

Nove governadores foram convocados para depor na CPI da Pandemia, no Senado. Eles vão ser ouvidos pela comissão sobre suspeitas de desvio de recursos federais para o combate à Covid-19.

Foram aprovados os requerimentos para convocar o governador Waldez Goes, do Amapá; Wilson Lima, do Amazonas; Ibaneis Rocha, do Distrito Federal; Hélder Barbalho, do Pará; Wellington Dias, do Piauí; Marcos Rocha, de Rondônia; Antonio Garcia, de Roraima; Carlos Moisés de Santa Catarina, e sua vice-governadora Daniela Reinehr; e Mauro Carlesi, de Tocantins. Ainda não há data definida para os depoimentos.

Também será chamado o ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Já a convocação de prefeitos e ex-prefeitos não foi votada.

Antes do início da sessão desta quarta-feira, os senadores fizeram uma reunião fechada, para definir os nomes dos convocados. Na hora da votação, houve desentendimentos entre os senadores sobre o que havia sido acordado antes.

O senador amapaense Randolfe Rodrigues chegou a apresentar um requerimento para a convocação do presidente Jair Bolsonaro, mas o presidente da CPI, Omar Aziz negou a apreciação do pedido.

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia aprovou ainda a reconvocação do ministro da Saúde Marcelo Queiroga, e do ex-ministro Eduardo Pazuelo. Também serão chamados a ex-secretária do Ministério da Saúde Luana Araújo; o ex-assessor especial Artus Soligo, e Markinhos Show, marqueteiro da pasta na gestão de Pazuelo, além de Marcos Marques, que chefia a comunicação do Ministério da Saúde.

A CPI vai convocar também o assessor especial da presidência da República para assuntos internacionais, Felipe Martins; e o ex-assessor Artur Weintraub.

Os senadores vão ouvir ainda o representante da empresa de oxigênio hospitalar White Martins, Pedro Baraúna.

A sessão para votar requerimentos foi encerrada quase uma hora da tarde. E nesta quinta-feira, a CPI volta a se reunir para ouvir o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas. Ele vai falar sobre a produção da vacina Coronavac, em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: