Encceja 2020: participantes podem solicitar reaplicação da prova até o próximo sábado (4)

Prazo seria encerrado na sexta-feira (3); a reaplicação será em outubro 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou a prorrogação do prazo de solicitação de reaplicação das provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020. 

Inscritos no exame que precisaram faltar às provas, realizadas no último domingo, por apresentar sintomas de doenças infectocontagiosas ou problemas logísticos, podem pedir reaplicação até o próximo sábado, dia 4 de setembro. 

O prazo seria encerrado um dia antes (03), mas foi prorrogado. O Inep informou que o motivo para o adiamento é que o sistema foi suspenso ontem (31), para “ajustes pontuais”. Assim, os candidatos têm até as 23h59m de sábado para fazer o pedido no site do programa.

Podem entrar com pedido de reaplicação por motivo de doenças quem apresentou até o dia da prova sintomas de Covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa prevista no edital, como coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola ou varicela.

Como orienta o edital, quem se enquadrar nesses motivos deverá inserir, obrigatoriamente, além da documentação solicitada, o diagnóstico feito por um médico profissional, cadastrado no conselho da profissão. O documento precisa ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Já para os problemas logísticos, como desastres naturais ou falta de energia elétrica, o inscrito deverá descrever o que aconteceu, por meio do sistema Encceja. O Inep também receberá documentos que comprovem o ocorrido e analisará cada caso.

Para as pessoas que tiverem as solicitações aceitas pelo Inep, a reaplicação das provas será nos dias nos dias 13 e 14 de outubro, juntamente com o Encceja par pessoas privadas de liberdade.

Como funciona a prova do Encceja 2020?

O Encceja foi aplicado no domingo (29) em 622 cidades nos 26 estados e no Distrito Federal. A edição, adiada desde o ano passado por conta da pandemia, contou com mais de 1,6 milhão de inscrições. Do total de inscritos, 301.438 buscam a certificação para o ensino fundamental e 1.328.608 para o ensino médio.  

O Encceja é destinado a jovens e adultos que não concluíram os ensinos fundamental ou médio e desejam ter a certificação da conclusão dessas etapas. A avaliação é composta por quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha e uma redação. Aqueles que desejam obter a certificação do ensino fundamental farão provas de ciências naturais e matemática pela manhã e de língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física, redação, história e geografia à tarde. Para obter essa certificação, o estudante precisa ter pelo menos 15 anos completos no dia do exame. 

Já os que desejam um certificado do ensino médio responderão questões de ciências da natureza e matemática pela manhã e linguagens, redação e ciências humanas à tarde. Para fazer essas provas é preciso ter pelo menos 18 anos completos. 

Para conseguir a certificação é necessário atingir uma pontuação mínima de 100 pontos em cada prova objetiva. No caso da redação que vale de 0 a 10, a média é de 5 pontos. Os candidatos que conseguirem nota mínima em uma ou mais de uma, mas não em todas as áreas, terão direito a uma declaração parcial de proficiência, ficando isento de realizar as provas da área que já foi aprovada em edições futuras.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: