Desabamento de caverna em São Paulo deixa nove mortos

Equipes do governo de São Paulo concluíram, na noite desse domingo (31), o trabalho de resgate e salvamento de bombeiros civis que ficaram presos na Gruta Duas Bocas, localizada no município de Altinópolis, em razão de um soterramento. Nove corpos foram retiradas do local e uma pessoa ferida foi levada ao pronto-socorro da região, mas já foi liberada. Ao todo, 26 pessoas estavam na gruta no momento do acidente e 16 saíram ilesas.

Os trabalhos para resgate das vítimas  tiveram início durante a madrugada de domingo, mobilizando aproximadamente 75 homens do Corpo de Bombeiros ao longo do dia. Equipes do Grupo de Atendimento em Emergência e Desastre (Gead) também foram deslocadas para o município, a fim de auxiliar nas buscas e salvamento.

Também apoiaram as atividades a Polícia Militar local, por meio de seus batalhões territoriais e equipes do Canil, o Comando de Aviação da PM (CavPM) com a disponibilização de duas aeronaves, além especialistas em resgate, técnicos da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil e um geólogo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

O grupo de 28 pessoas participava do curso para bombeiro civil, realizado no local pela empresa Real Life Treinamentos, quando o teto da gruta Duas Bocas caiu. Desse total, uma pessoa foi retirada ferida da caverna, encaminhada para o hospital da cidade, mas já teve alta. Nove pessoas morreram, sendo cinco homens e quatro mulheres.

Defesa Civil

Em nota, a Polícia Civil Estadual informou que o Posto de Comando no local já foi desmobilizado. A Polícia Civil está investigando as causas do acidente.

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: