Projeto Nossa Amazônia trabalha a recomposição das aprendizagens dos alunos da EJA

A Escola Municipal de Educação Básica Piauí, realizou na noite de ontem (29), o lançamento do Projeto Nossa Amazônia, voltado para os alunos da Educação de Jovens e Adultos, cujo objetivo é possibilitar aos alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem em todos os componentes curriculares, melhores condições para que tenham acesso ao conhecimento interdisciplinar, através de intervenções pedagógicas que respeitam as diferenças, proporcionando mais proficiência no desempenho desses alunos.

O evento contou com encenações feitas pelos alunos  de lendas indígenas como a Lenda do Açaí e a Lenda da Mandioca, exposição de ervas medicinais, frutos, maquetes mostrando a floresta amazônica, o , moradias tradicionais da região, trabalhos artísticos dos estudantes e declamação de poemas autorais.

A iniciativa, além do estímulo à alfabetização e aperfeiçoamento do conhecimento teórico, busca oferecer conhecimento sobre a Amazônia, através da sua biodiversidade, povos e cultura, compreendendo a importância e necessidade de preservação do meio ambiente e da cultura, reconhecendo a importância de atitudes positivas de preservação dos recursos naturais.

“A educação de jovens e adultos precisa ser vista, respeitada, trabalhada através de temas transversais como as demais modalidades de ensino. A EJA é o centro do conhecimento do próprio aluno, então trabalhar temas que eles vivenciam, fazendo parte de suas rotinas diárias, seja do plantar o açaí ao vendê-lo, é uma forma excelente que a escola encontrou para poder valorizar a vida e a história dos alunos e da comunidade onde estão inseridos”, declarou Gabriela Luz, responsável pela Divisão de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria Municipal de Educação.

O plano de intervenção pedagógica de recomposição das aprendizagens na EJA, irá promover o acompanhamento educacional, através de alternativas pedagógicas de intervenção individualizada e em pequenos grupos de alunos, para complementar o que é ministrado no período normal de aula, de forma contínua e paralela, reduzindo a defasagem existente entre os conhecimentos que o aluno traz e o currículo adequado a sua faixa etária e ao ano do ciclo.

Para melhorar os índices dos alunos nas avaliações internas e externas, serão aplicadas metodologias alternativas de trabalho, verificando o nível de aprendizagem e motivação despertada nos alunos, construindo trabalhos baseados em materiais didáticos manipuláveis, proporcionando aos professores momentos de estudo e reflexão da prática de sala de aula, para que desenvolvam as competências de saber formular, resolver e introduzir um conteúdo a partir de situações relacionadas ao contexto social que envolvam a interdisciplinaridade entre os componentes curriculares e a história de vida de cada discente.

O projeto também visa oportunizar aos professores o conhecimento de novas estratégias de atuação e como adequá-las à sala de aula, possibilitando situações de ensino-aprendizagem que desenvolvam segurança e autoestima nos alunos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: