Volta às aulas: CTMac alerta pais sobre transporte escolar na capital

Com a volta às aulas aumenta a procura pelo serviço de transporte escolar. O problema é que muitos pais não prestam atenção quanto à regularização do veículo e do condutor desse tipo de transporte. Ambos devem estar cadastrados na Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) e cumprir com uma série de exigências de segurança.

Atualmente, a CTMac possui 30 veículos cadastrados e aptos ao transporte escolar. Porém, a licença obrigatória, que é semestral, vence no dia 31 de janeiro. Existem outros 23 veículos cadastrados, mas que estão inadimplentes com a licença e a vistoria obrigatórias. A CTMac estima que ainda existam outros 30 veículos transportando crianças de maneira irregular, como aqueles que nunca foram cadastrados ou vistoriados e motoristas inaptos para o exercício dessa profissão, sendo caracterizados como transporte irregular e enquadrados como lotação.

“Devido à volta às aulas e esse grande número de pessoas que transportam sem licença, vamos intensificar a fiscalização em cima do transporte escolar a partir de fevereiro. Faço um apelo aos pais que prestem atenção na hora de contratar o serviço. O veículo deve ter placa vermelha e estar com o licenciamento da CTMac em dia”, alerta a diretora-presidente da CTMac, Cristina Baddini.

Mais segurança

Todo veículo que faz o transporte escolar em Macapá deve passar por um rigoroso processo de vistoria, onde são avaliados 50 itens, que vão desde o motor até vidros, luzes, cintos e cadeirinhas para o transporte de crianças. E não é só o veículo que deve cumprir com as exigências, o condutor e seu auxiliar (se existir) devem ter feito o curso de transporte escolar, possuir habilitação na categoria D, entre outros quesitos.

Patricia Leal/Asscom CTMac

Contatos: 9 9111-8868 / 9 8128-1663

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.