AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeito e desportistas comemoram 66 anos do Estádio Glicério Marques

A sexta-feira, 15, foi regada a muita festa, samba e histórias no estádio Glicério Marques. Jogadores e ex-jogadores que por muito tempo atuam naquele gramado se reuniram para comemorar os 66 anos de existia do local. Fundado em 15 de janeiro de 1950, o Gigante da Favela, Glicerão ou Vovô da Favela, como também é conhecido, faz parte da vida de muitos desportistas amapaenses. O prefeito Clécio Luís participou da programação, que iniciou de manhã e só terminou a noite com o tradicional parabéns.

Clécio lembrou que a restauração do estádio foi uma das primeiras ações de seu mandato, uma vez que o local estava interditado por órgãos como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Vigilância Sanitária, impedindo que os campeonatos fossem realizados na capital. “Hoje, mesmo com poucos recursos, o estádio tem cumprido seu papel social junto à população”, disse destacando a valorização do futebol de base nas comunidades, com o resgate do Interdistrital.

A festa de 66 anos do Gigante da Favela ainda teve os jogos comemorativos entre os ex-jogadores de futebol amapaense e representantes das agremiações carnavalescas Boêmios do Laguinho e Maracatu da Favela, além de muito samba para encerrar a festa com chave de ouro. A coordenadora municipal de Desporto e Lazer, Naldma Flexa, destacou que, mesmo com dificuldades, a Comel está trabalhando. “Temos um projeto de ampliação do estádio, que está sendo trabalhado junto à Caixa Econômica Federal, e essa será mais um capítulo dessa linda história que o Glicério tem”.

O ex-jogador Manuel Torres agradeceu ao prefeito Clécio pela atenção que tem dado ao estádio. “O Glicério estava cheio de lixo e a prefeitura vem dando uma nova cara ao local. Era muito bom jogar aqui. Naquela época, muitos nomes surgiram e despontaram em outras equipes de futebol fora do estado. Acho que antigamente era mais difícil, até porque você precisava jogar muito para que tivesse oportunidade em times renomados e hoje podemos resgatar isso no Glicério”.

Asscom PMM
Fotos: Saulo Silva

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: