Unifap participa do “Dia D de Combate ao Aedes aegypti”

As ruas, vielas e pontes do bairro Nova Esperança, zona sul de Macapá, foram alvo da ação do “Dia D de Combate ao mosquito Aedes aegypti” na manhã desta quinta-feira, 7. O ponto de encontro foi a Escola Estadual Reinaldo Maurício Damasceno. Aproximadamente 80 agentes públicos da Universidade Federal do Amapá (Unifap), do Corpo de Bombeiros Militar, agentes de endemias da Prefeitura de Macapá, da Secretaria de Estado da Educação e o Exército Brasileiro estiveram na ação de saúde pública.

O Corpo de Bombeiros mapeou o bairro e dividiu as equipes que saíram para auxiliar e orientar a população sobre os riscos que o mosquito pode causar à saúde da família. Material informativo, luvas e sacos plásticos foram distribuídos aos moradores durante o trabalho de conscientização que durou cerca de 1h30.
A dona de casa Francisca Silva Lourenço, 55 anos, informou que em sua residência ninguém contraiu nenhuma das doenças causadas pelo vetor da Dengue, Febre Amarela, Zika Vírus e Febre Chikungunya esse ano. No entanto, a dona de casa sabe que isso se deve mais à sorte que à prevenção.

“Sabemos o que temos que fazer e fazemos. Mas o poder público deve coletar o lixo com mais frequência e criar locais de armazenamento para o recolhimento dos carros coletores. Recolhemos nosso lixo e, pela falta de opção, armazenamos na cabeceira das pontes. Os cachorros rasgam os sacos plásticos e o vento leva parte do lixo para o alagado”, afirmou Francisca.

Dados parciais colhidos pelos bombeiros durante a ação apontaram que das três áreas mapeadas, de um total de seis, foram visitados 861 imóveis. Desse número, em 64 residências foram encontrados e eliminados focos do Aedes aegypti. As equipes também se depararam com 121 casas fechadas e sete moradores não permitiram que fosse feita nenhum tipo de intervenção de combate.

Projeto de Extensão

A Unifap esteve presente na ação por meio da Pró-reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (Proeac). O pró-reitor, Rafael Pontes, informou que a Universidade participa das ações do Governo Federal em apoio ao estado e município nas suas ações locais. “Também estamos atuando com um Projeto de Extensão, coordenado por professores e pesquisadores do Curso de Ciências Biológicas, para promover estudos, pesquisas e apoiar didaticamente com ações que possam esclarecer a comunidade sobre os riscos do Aedes”, explicou o pró-reitor.

Universidade Federal do Amapá

Assessoria de Comunicação
Kleber Soares – 3312-1704

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: