Governo Temer tem quatro ministros da Amazônia Legal

Educa

Dos 23 ministros anunciados para compor o novo governo Temer, quatro têm ligações com a Amazônia Legal. O senador por Roraima, Romero Jucá, assume a pasta de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; e o senador por Mato Grosso, Blairo Maggi, fica com a

ministros_temer
Michel Temer discursa após nomeação de ministros Valter Campanato / Agência Brasil

Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Já o maranhense, José Sarney Filho, vai assumir o comando do Meio Ambiente e o paraense Hélder Barbalho ficou com a Integração Nacional.

Jucá assumiu, pelo PMDB, o terceiro mandato consecutivo em fevereiro de 2012. Foi líder do governo no Senado, designado pelos presidentes Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma. Assumiu a presidência do PMDB em abril deste ano. Foi relator-geral do Orçamento da União nos anos de 2005 e 2013 e ocupava a vice-presidência do Senado e a relatoria da comissão mista que debate a regulamentação de dispositivos da Constituição Federal. Jucá é investigado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, mas nega qualquer envolvimento com operações ilegais na Petrobras.

Já o novo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, é conhecido por ser um dos maiores produtores e exportadores de soja do país. Filiado ao PR desde 2007, Maggi deixou a legenda nesta quarta-feira(110 para ingressar no PP. O primeiro mandato de Maggi foi em 1994, como primeiro suplente do senador Jonas Pinheiro. Foi eleito governador do Mato Grosso em 2002 e reeleito em 2006. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal determinou o arquivamento do inquérito contra Blairo Maggi relacionado à Operação Ararath, da Polícia Federal. Maggi era investigado por suspeita de lavagem de dinheiro no governo de Mato Grosso.

O maranhense Sarney Filho, do PV, foi eleito para o primeiro mandato de deputado federal em 1982, e hoje está no nono mandato consecutivo na Câmara dos Deputados. O deputado, também conhecido como Zequinha Sarney, já comandou a pasta do Meio Ambiente durante o governo FHC, entre 1999 e 2002, e foi secretário de Assuntos Políticos do Maranhão de 1988 a 1990. Sarney Filho possui atuação destacada na área do meio ambiente, sobretudo, nas discussões para prevenção de incêndios florestais e agressões a unidades de conservação e de ações de biopirataria. Em 1997, liderou a criação da Frente Parlamentar Ambientalista para o Desenvolvimento Sustentável, que coordenou até 1999. Atualmente, é membro do Conselho Consultivo da Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres.

Natural de Belém, no Pará, Hélder Barbalho, é o novo ministro da Integração Nacional. Ele foi prefeito mais jovem do Pará, eleito aos 25 anos. Barbalho esteve à frente do município de Ananindeua de 2005 a 2013. Em dezembro de 2014 assumiu o Ministério da Pesca e Aquicultura no segundo mandato do Governo Dilma Rousseff. Ocupou a pasta até a reforma ministerial, que extinguiu o Ministério em 2 de outubro de 2014.

EBC

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.