PF deflagra operação contra pornografia infantil em 18 Estados

A Superintendência Regional da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul, no âmbito estadual, está deflagrando a Operação Cabreira MS com o cumprimento de 10 (dez) Mandados de Busca e Apreensão, em Campo Grande/MS. Estão sendo utilizados aproximadamente 50 (cinqüenta) Policiais Federais na realização das diligências.

Estão sendo cumpridos 93 mandados de busca e apreensão, além de 2 prisões preventivas e 1 condução coercitiva, quando a pessoa é levada para prestar esclarecimentos.

Em Pernambuco, os crimes que estão sendo investigados são: armazenamento, compartilhamento e divulgação de imagens e vídeos de pornografia infantil na internet.

Foram apreendidos vários discos rígidos e mídias de computadores com arquivos de pornografia infantil. Os suspeitos recorreriam a de redes sociais, e-mail e aplicativos de mensagens e vídeo para trocar o material. As penas variam de um a seis anos de reclusão.

Os presos nesta manhã devem responder pelos crimes de posse e compartilhamento de arquivos de pornografia infantil. Os equipamentos apreendidos passarão agora por uma perícia mais aprofundada e caso algo seja encontrado, o acusado responderá a um processo.

A Operação unificada e coordenada pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal – URCOP ocorre no “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

De acordo com a PF, foram reunidas informações e alvos de investigações de diversas unidades da corporação pelo Brasil, não diretamente relacionadas entre si, mas que tratam da disseminação transnacional de pornografia infantil.

O nome da ação refere-se à menina Araceli Cabrera Sánchez Crespo, uma brasileira de 8 anos que foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em 18 de maio de 1973, em Vitória, no Espírito Santo. Esta foi a data escolhida para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Tomar Notícias

Deixe uma resposta