Roraima: Famílias são retiradas de 7 comunidades isoladas por cheia de rio em área indígena

Ações foram feitas pelo Exército em Kumapai, Nova Esperança, Monte Moriá 1, Sitio São Mateus Prototó, Canã, Ximaral e Lage.

Famílias de sete comunidades indígenas no Uiramutã, região Norte de Roraima, foram retiradas das localidades pelo Exército nesta quinta-feira (18). Devido à cheia do rio Maú a região ficou isolada e muitas casas estão submersas.

As comunidades atendidas foram Kumapai, Nova Esperança, Monte Moriá 1, Sitio São Mateus Prototó, Canã, Ximaral e Lage, informou o Exército. O número de pessoas retiradas ainda não foi divulgado.

De acordo com o prefeito Dedel Araújo (PP) as comunidades indígenas Kumapai e Caxirimã são as mais afetadas pelo cheia do rio.
Os locais prejudicados pela cheia ficam na Terra Indígena Raposa Serra do Sol (TIRSS). Segundo o Exército, as famílias foram retiradas das áreas isoladas, juntamente com pertences individuais, e levadas para um local seguro.

Foram instalados ainda postos de abastecimento de água potável. O acesso à região é feito pela BR-17. Uma ponte que leva ao município está submersa, segundo o prefeito.

A ação de retirada das famílias isoladas foi executada por militares da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, por meio do 7º Batalhão de Infantaria de Selva (7º BIS) e do 6º Pelotão Especial de Fronteira (6º PEF) .
O município de Uiramutã fica no extremo Norte de Roraima e possui cerca de 9 mil habitantes, segundo o IBGE.

Corpo de Bombeiros avalia situação

Em nota à Rede Amazônica Roraima, o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima informou que uma equipe foi enviada ao município para avaliar a situação. Na sexta (19) outros militares deve ir para a região.
“A equipe está a caminho do município do Uiramutã em uma caminhonete com embarcação. Essa equipe fará uma vistoria inicial e a baldeação de moradores para locais seguros”, detalhou a nota.

A previsão é que os bombeiros permaneçam no município até a segunda feira (22), quando haverá a troca de militares, ou até a normalização da situação.

Ainda na sexta a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil deve fazer um sobrevoo no município a fim de levantar os locais mais atingidos pela cheia dos rios da região.

Ariquemes

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.