Culinária indígena Ashaninka será tema de palestra no congresso Mesa Tendências

Educa

Rose Farias

A cozinha original do povo indígena Ashaninka será tema de palestra no Mesa Tendências da Semana Mesa São Paulo, um dos maiores eventos de gastronomia do país. O evento, iniciado nesta quinta-feira, 26, vai até domingo, 9, no Memorial da América Latina, na capital paulista.

Com o tema “Eu Acredito: a Cultura Alimentar do Acre Indígena”, a chef Mara Alcamim, do Universal Diner de Brasília (DF), apresenta a peculiaridade da culinária dos Ashaninka nesta sexta-feira, 27, a partir das 15 horas (horário Brasília).

A palestra é resultado de uma imersão na Aldeia Apiwtxa, no Rio Amônia, em Marechal Thaumaturgo, de 31 de julho a 3 de agosto deste ano. É parte de um projeto de pesquisa sobre a cultura alimentar dos povos indígenas no Acre, coordenado pela primeira-dama Marlúcia Cândida e integra o programa de gastronomia de baixo carbono do governo do Estado.

Mara Alcamim preparou todo um cenário com exibição de vídeo e uma ornamentação que remete à cultura dos Ashaninka. A liderança indígena Francisco Piyãko, e sua sobrinha, Kamoshi, participam da palestra.

A chef falará de sua vivência e apresentará um dos pratos da cozinha original indígena.

“A minha palestra vai ser muito mais pessoal, e mostrará o quanto estamos apegados a coisas muito supérfluas. O povo Ashaninka tem um tesouro nas mãos. Nós precisamos entender que ‘muito’ hoje em dia não é ‘mais’. Essa cultura é um bem muito precioso”, disse a chef.

Cumprindo agenda de prospecção de negócios com foco no programa de gastronomia de baixo carbono, Marlúcia Cândida participa da Semana Mesa São Paulo.

Para a primeira-dama apresentar narrativas sobre esses modos de cozinhar é uma forma de revitalizar a cozinha original: “O Mesa Tendências é uma vitrine importante. Um espaço que atrai tendências de vários países e estados do país. Ter o Acre com sua gastronomia original indígena é validar e revitalizar a culinária dos nosso ancestrais.

Mostraremos os modos e fazeres com sua forte identidade e raízes da cultura milenar das etnias que habitam o Acre. O registro da peculiaridade dessa cozinha, com seu rico universo de costumes e tradição”.

Veja mais na Agência de Notícias do Acre

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.