AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Rede municipal de ensino participa de projeto de combate à corrupção do MP/AP

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) firmou parceria com o Ministério Público do Amapá (MP/AP) para a realização do projeto Prevenção à Corrupção: o MP vai à escola nas instituições da rede municipal de ensino de Macapá. O lançamento ocorreu na terça-feira, 24, com a palestra Por uma rede de prevenção primária à corrupção: indo à causa da raiz da corrupção, ministrada pela promotora de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Luciana Asper, que é coordenadora do Fórum Nacional de Combate à Corrupção do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

 

De acordo com o procurador-geral de Justiça do Amapá, Márcio Augusto Alves, o objetivo do projeto é possibilitar aos estudantes das escolas municipais e estaduais o conhecimento e vivência do exercício da cidadania, das questões éticas. “Contribuiremos para a prevenção à corrupção, promovendo a educação com ética e cidadania. Com a ajuda e união de todos, combateremos esse câncer de nossa sociedade”.

 

Para a subsecretária municipal de Educação, Francisca Oliveira, o projeto é uma oportunidade de preparar as crianças para serem cidadãos com ética e mais participativas, que busquem pelos seus direitos e cumprem seus deveres.  “É na base que podemos transformar, onde conseguimos inserir valores, direitos e deveres. Agradecemos por poder ajudar na construção do projeto. E contar com o Ministério Público como parceiro é fundamental para a qualidade da educação, proporcionando formação para nossos profissionais e ações e atividades para nossos alunos”, reforçou.

 

O projeto atenderá 690 alunos da rede municipal de ensino de Macapá, atuando em três escolas (Roraima, Lucia Neves Deiur e Odete Almeida Lopes), nas turmas do 5º ano do ensino fundamental e da terceira e quarta fases da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A coordenação é da Divisão de Ensino Fundamental da Semed.

 

Pérola Pedrosa

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: