Juizado da Infância de Santana prepara ação de combate a violência

A ação acontece todos os anos sempre no dia 18 de maio, em alusão ao Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A blitz consiste em incentivar adolescentes, pais, responsáveis, professores e sociedade a denunciar qualquer tipo de violência e exploração infantojuvenil. A ação está marcada para sexta-feira (18) às 8h30 em frente ao Fórum de Santana.

“Essa edição será diferente porque estendemos a atividade para as escolas, ampliando os espaços com os círculos de diálogos, onde conversamos com pais e alunos sobre a violência e exploração sexual”, explica Lauro de Paula da Luz, coordenador da Central de Proteção da Infância e Juventude da Comarca de Santana.

De acordo com Lauro, para o município de Santana é importante que esse tipo de ação seja realizada, pois se trata de zona portuária e na maioria dos locais de embarque e desembarque de passageiros jovens de baixo poder aquisitivo são levadas para navios onde são exploradas, por não haver fiscalização permanente.

“É importante que a sociedade seja conscientizada e que as pessoas denunciem todo e qualquer caso de exploração e violência sexual, independente de conhecer ou não a pessoa vitima, porque são inúmeros casos, mas nem metade deles chega à justiça”, comentou o coordenador.

Esse ano a ação contará com a parceria do Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas (NMCPR) da Promotoria de Justiça de Santana; Gabinete Militar TJAP; Delegacia Especializada da Infância e Juventude de Santana; Conselho Tutelar; 4º Batalhão da Policia Militar; Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual; STTRANS; Capitania dos Portos do Amapá – Marinha do Brasil e escolas municipais e estaduais do município de Santana.

Exploração, violência e tráfico de crianças e adolescentes são crimes e para denunciar é fácil:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.