Hamas anuncia trégua com Israel após bombardeios contra Gaza

Mediação do Egito teria permitido acordo após ataques mais devastadores desde 2014

O Hamas anunciou neste sábado (14) uma trégua para acabar com os ataques aéreos contra a Faixa de Gaza e os disparos de foguetes em direção ao território israelense, após os bombardeios mais importantes contra o enclave palestino desde a devastadora guerra de 2014.

A mediação do Egito permitiu o cessar-fogo, declarou o porta-voz do Hamas Fawzi Barhoum. Já o Exército hebreu não comentou o comunicado. Antes do anúncio da trégua, o general da Força Aérea Tzvika Haimovic declarou que a campanha aérea “maciça” iria continuar, sem especificar seus objetivos. “Estamos preparados para todos os cenários possíveis”, garantiu.

Mais cedo, dois adolescentes palestinos, de 15 e 16 anos, morreram nesses bombardeios aéreos contra um prédio a oeste da Cidade de Gaza. Os jovens morreram quando estavam na rua, abaixo do prédio, que estava vazio no momento do bombardeio, disse a fonte. A ação foi considerada como “o golpe mais duro” de Israel sobre o Hamas desde 2014 pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

Três civis israelenses também ficaram feridos quando um foguete atingiu sua casa, no sul do país. Na última sexta-feira (13) à noite, os ataques aéreos ocorreram quase simultaneamente com o lançamento de foguetes e morteiros da Faixa de Gaza no sul de Israel.

Saiba mais no Gauchazh

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: