Educa

Equipe da Justiça do Amapá se prepara para a 136ª Jornada Fluvial do Programa Justiça Itinerante no Bailique

Vem aí a 136ª edição da Jornada Fluvial do Programa Justiça Itinerante, uma mobilização do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) em cooperação com vários setores do serviço público, levando justiça e cidadania aos moradores do Arquipélago do Bailique. Esta edição, que ocorrerá no período de 26 a 30 de agosto, será presidida pela juíza substituta Mayra Júlia Teixeira Brandão e contará com comitiva de 21 colaboradores.

prepara136jornbai (2).jpgVirgílio Vieira, Supervisor Administrativo do Programa Justiça Itinerante, explica que a assessoria jurídica nas demandas processuais e as audiências de resolução de conflitos estão entre os serviços mais aguardados por centenas de pessoas da região. Também se destacam as demandas por: emissão de identidade e registro geral junto à Polícia Técnico-Científica (Politec); a distribuição de cloro pela Caesa; as fiscalizações da situação de crianças e adolescentes em risco social pelo Conselho Tutelar; e o cadastro de novos inscritos no programa Bolsa Família por parte da equipe da Prefeitura de Macapá; entre outros parceiros e serviços.

“O Bailique é uma área de difícil acesso pertencente a Macapá. Reconhecendo esta situação, a Justiça se mobiliza indo até eles para levar mais organização, serviços e cidadania”, afirmou.

O Arquipélago do Bailique fica a 107 km de Macapá, com acesso estritamente fluvial ocasionando constante dificuldade de alcance da Justiça pelos moradores da região. Em sua organização, a comitiva já prepara mais de cem processos em trâmite, os quais serão tratados no local, mas espera que mais demandas surjam espontaneamente a partir da mobilização.

Bernadeth Farias

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: