Nonato Leal: A cultura no Amapá sempre foi um jogo de cartas marcadas de pseudoagentes culturais

Chorada aconteceu no final de 2012 na Amazônia Brasil Rádio Web

Recentemente, o poeta Joãozinho Gomes publicou carta aberta denunciando sumiço da sua proposta de participação em projeto cultural, o que deixou a classe artística do Amapá indignada devido a importância do trabalho do poeta no estado.

Mas essa história vem de longa data e vamos mostrar aqui em entrevista para a Amazônia Brasil Rádio Web, o desabafo de uma das mais altas autoridades da músiica que é o professor Nonato Leal, quando o mestre contava os 85 anos de idade e se dizia subtráido do direito de participar da cultura com apoio oficial. “A cultura no Amapá sempre foi um jogo de cartas marcadas“, asseverou.

A entrevista abre com o oercussionista Ceará da Cuíca, a fala do mestre Nonato e finalizando, uma roda de choro com o saudoso Lolito do Bandolim.

Ouça:

Nonato Leal no Projeto Viola enluarada

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" para ajudar a manter esse site. basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: