Ucrânia abre registo de agressões sexuais para vítimas das forças russas

O registo nacional foi criado a partir de um projeto-piloto que já resultou na condenação de cinco pessoas à revelia.

As autoridades ucranianas criaram um registo nacional para documentar casos de violência sexual alegadamente cometidos pelas forças russas durante a guerra.

Viktoriia Litvinova, procuradora-geral adjunta do país, revelou à Associated Press que o registo foi criado a partir de um projeto-piloto que já resultou na condenação de cinco pessoas “in absentia”, que se recusaram a comparecer perante o tribunal.

“Costumávamos ter de ser nós a visitar os territórios onde as hostilidades estavam a ter lugar. Mas agora as pessoas – indivíduos que sofreram abusos sexuais – procuram-nos para obter informações”, destacou a procuradora.

Veja mais no site Notícias ao Minuto

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.